GRÁVIDAS E PUÉRPERAS BEZERRENSES SÃO VACINADAS COM IMUNIZANTE PFIZER

Início GRÁVIDAS E PUÉRPERAS BEZERRENSES SÃO VACINADAS COM IMUNIZANTE PFIZER

GRÁVIDAS E PUÉRPERAS BEZERRENSES SÃO VACINADAS COM IMUNIZANTE PFIZER

Secretaria de Saúde

Autor: Gerente Comunicação

GRÁVIDAS E PUÉRPERAS BEZERRENSES SÃO VACINADAS COM IMUNIZANTE PFIZER

20/05/2021 18h30 Atualizado há 2 anos atrás

GRÁVIDAS E PUÉRPERAS BEZERRENSES SÃO VACINADAS COM IMUNIZANTE PFIZER


[layerslider id=”19″]

A Prefeitura de Bezerros, através da Secretaria de Saúde, iniciou, na última segunda-feira (17), a vacinação de gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias) com o imunizante Pfizer. Inicialmente, conforme cronograma estabelecido pela IV Gerência Regional de Saúde, esse grupo prioritário começou a receber a vacina no Espaço Cultural Tancredo Neves, em Caruaru, sendo que nos três dias dedicados para Bezerros, mais de 100 grávidas e puérperas foram vacinadas. A secretaria disponibilizou o transporte para o município vizinho.

Bezerros deve receber, na próxima semana, segundo a Secretaria de Saúde, doses da Pfizer para continuar o processo de vacinação dentro do próprio município e seguindo o Plano Municipal de Vacinação. Importante destacar que fazem parte do grupo que pode receber o imunizante Pfizer, gestantes e puérperas de idade igual ou superior a 18 anos, independentemente de ter ou não comorbidade, e que não tenha feito uso de nenhuma outra vacina nos últimos 14 dias.

As gestantes e puérperas assistidas pelas Unidades Básicas de Saúde do município estão sendo contactadas e orientadas pela secretaria sobre o procedimento para receber a vacinação. No entanto, as pessoas contempladas nesse grupo prioritário podem dirigir-se até a sede da secretaria, que fica na Rua Alto José de Medeiros – Centro, ir até uma das UBS’s de sua localidade ou ligar para o teleatendimento, através dos números (81) 3728-6716 / (81) 9-9840-2845 / (81) 9-9836-1655 e fazer o agendamento.

>>SUSPENSÃO

O Ministério da Saúde suspendeu a aplicação de AstraZeneca após efeitos colaterais terem sido detectados em brasileiras vacinadas com o imunizante. Segundo o Ministério, a vacina Pfizer é a mais segura e tem eficácia científica comprovada no combate ao Coronavírus.

TEXTO: Beatriz Lima / Gabriel Galvão.
FOTOS: Moyra Ferreira.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade