BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL

Início BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL

BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL

Autor: Gerente Comunicação

BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL

BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL O Projeto de Lei Nº 10, de 25 de outubro de 2021, de autoria do Poder Executivo de Bezerros, foi enviado para a Câmara Municipal. O PL institui o Programa Clube de Vantagens do Servidor Público, que tem […]

27/10/2021 10h33 Atualizado há 1 ano atrás

BEZERROS: PROJETO DE LEI QUE INSTITUI CLUBE DE VANTAGENS DO SERVIDOR PÚBLICO É ENVIADO PARA CÂMARA MUNICIPAL


O Projeto de Lei Nº 10, de 25 de outubro de 2021, de autoria do Poder Executivo de Bezerros, foi enviado para a Câmara Municipal. O PL institui o Programa Clube de Vantagens do Servidor Público, que tem como objetivo, em parceria com empresas e instituições de vários setores empresariais, oferecer descontos nos preços e condições especiais na aquisição de produtos e serviços pelos servidores do município. 

De acordo com o projeto de lei, compete à Secretaria de Administração e Finanças formalizar o procedimento de parceria, bem como controlar e acompanhar a execução do programa junto aos servidores e parceiros. As empresas ou instituições interessadas em participar do programa devem preencher e assinar o Termo de Compromisso específico para tal finalidade. 

Importante lembrar que, para obtenção dos descontos e condições especiais, o servidor público municipal deverá apresentar à empresa e/ou instituição parceira, no ato de aquisição do produto/serviço, o documento oficial de identidade e comprovante de vínculo funcional, por meio do último contracheque expedido.  O projeto de lei está nas comissões da Câmara Municipal e, caso aprovado em plenário, em duas votações, o projeto segue para sanção da prefeita Lucielle Laurentino e torna-se lei, passando a valer a partir da data de sanção.

 

TEXTO: Gabriel Galvão / Izaias Néu.
ARTE: Vinícius Miranda.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade